terça-feira, 19 de julho de 2011

Cristãos são protegidos durante velório

Igreja batista incendiada
A segurança foi muito grande e bem rígida no domingo, dia 17 de julho, em Suleja, onde a Missão Comunidade de Todos os Cristãos realizava uma reunião, em memória dos três membros da igreja mortos na explosão de uma bomba.

Uma agência de notícias da Nigéria informou que a polícia divisional indicou o Sr. Bassey Effiong como líder da divisão que protegeria a igreja, que levou alguns oficiais para ajudar na segurança do evento a ser realizado. Os oficiais selecionaram membros da igreja e convidados, dando-lhes a missão de averiguar se havia alguma embalagem ou suspeita de um novo ataque.

Um dos caminhos que levam à igreja, muito usado por motociclistas, foi bloqueado,  ficando apenas o portão principal da igreja com fácil acesso. Em um sermão, o reverendo William Okoye, superintendente geral da igreja, exortou os irmãos a continuar sempre gratos a Deus.

O Reverendo William disse: “Vocês deveriam estar dando graças a Deus em todas as coisas, até pelo que aconteceu aos nossos irmãos da igreja. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, disse ele.

Ele completou, dizendo: “Se nós estamos servindo a ele, Deus vai nos ajudar, porque tudo tem um propósito. Não há nada que aconteça sem que Deus saiba, pois ele sabe tanto do que aconteceu no domingo passado como desde a fundação do mundo.”

No domingo, dia 10 de julho, muçulmanos extremistas do grupo Boko Haram atacaram a igreja durante um culto. Três cristãos morreram em consequência do ataque realizado contra a igreja.

Deus nos abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário